22 de nov de 2012

Sessão Pipoca - À Deriva

Sei que a cinematurgia brasileira está começando a engrenar de poucos anos para cá, mas estou gostando bastante dos novos (e no caso - À Deriva - não tão novos assim) filmes que ando vendo. Adoro os filmes Desenrola, Cilada.com, Se eu fosse você, entre outros...E essa semana assisti a um outro filme nacional.
Búzios, início dos anos 80. Filipa (Laura Neiva) - que também faz Gabi em E aí...Comeu? -  é uma adolescente de 14 anos que passa as férias com seus pais, Matias (Vincent Cassel) e Clarice (Débora Bloch), e ainda os irmãos Fernanda (Izadora Armelin) e Antônio (Max Huzar). Clarice está sempre embriagada, destilando veneno contra o marido. Já Matias está mais preocupado em concluir seu novo livro, o que o torna desleixado em relação aos problemas da famíia. Filipa vive à margem desta situação, até que um dia flagra o pai beijando Ângela (Camilla Belle), uma bela americana que mora no local. (Adoro Cinema)


Minha opinião

Um dia antes de assistir o filme todo, assisti apenas as partes finais e não entendi muita coisa, achei que iria ser um filme estranho, daqueles que quase ninguém entende. Resolvi assistir inteiro porque queria entender o final. Eu achei que é um filme que tem mais cara de realidade do que conto de fadas, mas também não é um filme paradão. É divertido, e conta a etapa da vida da protagonista em que ela deixa de ser criança e entende algumas verdades da própria vida que antes pareciam nem existir.
Uma lição desse filme é que precisamos saber toda a verdade para entendermos uma história, apenas uma parte dela não diz nada, às vezes achamos que tudo está de cabeça para baixo, mas quando entendemos o todo vemos que na verdade a realidade é diferente do que pensávamos.

Estrelas


 Beijinhos e até o próximo post...



Nenhum comentário:

Postar um comentário